Escolha uma Página

A endodontia é a especialidade da odontologia responsável pelo tratamento de canal. O tratamento traz benefícios fundamentais para a saúde do paciente. Ele possibilita que um dente que poderia ser extraído possa ser restaurado, restabelecendo sua função e estética.

O tratamento de canal é um dos procedimentos odontológicos mais conhecidos por parte dos pacientes. Com o passar dos anos, esse tipo de tratamento evoluiu bastante. Para se ter ideia, hoje, é possível realizar o procedimento em uma única sessão. Somente após a consulta o endodontista será capaz de estipular quantas sessões serão necessárias para obter o resultado esperado.

A cárie é uma das causas mais comuns quando o assunto é tratamento de canal. Ela destrói o esmalte e a dentina – tecido que forma o corpo do dente -, e atinge a polpa dental, deixando-a inflamada. 

Outra causa muito comum no dia a dia do consultório são de dentes que foram restaurados há muitos anos, com restaurações amplas e que inflamam com o passar do tempo. Estes dentes começam a apresentar dor ao gelado, ao quente, à mastigação e, por último, dor espontânea.

Porém, alguns pacientes não apresentam todos estes sintomas, o que faz com que o diagnóstico fique confuso ou nem seja notado, já que em alguns casos o dente pode necrosar sem que o paciente perceba.

Já em jovens é mais comum o tratamento de canal causado por trauma dental. Nesses casos o acompanhamento através de testes clínicos e radiográficos são fundamentais para determinar a necessidade ou não do tratamento. 

Mas como descobrir se você precisa de um tratamento de canal? 

Alguns pontos podem ser notados pelo paciente até mesmo em casa. Por exemplo, sentir dor ao ingerir água quente, possivelmente é um indicação de que o paciente necessita de um tratamento de canal.  

Reunimos quatro sinais e sintomas que podem ajudar a identificar a necessidade de um tratamento de canal. Confira abaixo.

1. Sentir incômodo ao contato com diferença de temperaturas
Se houver um incômodo ao ingerir bebidas geladas ou quentes, ou ainda ao realizar bochecho quando for escovar os dentes, cuidado! Pode ser um indício de que é preciso realizar o tratamento. Procure um endodontista o mais rápido possível. 

2. Dor espontânea difusa
Outra indicação é sentir dores sem nenhum estímulo. Incômodos que vão além do incômodo no dente causador podem se confundir com dor em outros dentes, dores de  ouvido, sinusite ou até mesmo dores de cabeça. 

3. Trinca no dente
Se o paciente sentir dor em lugares específicos durante a mastigação de alimentos mais rígidos, como granola ou farofa, deve ligar o sinal de alerta. Possivelmente é um indício de que existe uma trinca no dente e deve ser tratada o mais rápido possível.

4. Inchaço 
Esse é um dos sinais que pode trazer graves consequências se não for tratado de maneira rápida. A falta de cuidado faz com que a infecção aumente rapidamente e o tratamento se torne mais demorado. Os inchaços ocorrem por conta da infecção do dente. Em alguns casos temos a presença de fístulas, que são bolsas de pus que saem pela gengiva.

Procure um endodontista para realizar seu diagnóstico 

Procure um dentista sempre que perceber qualquer tipo de alteração nos seus dentes. É importante ressaltar que todos os problemas que citamos só podem ser diagnosticados por profissionais especializados, então os sinais e sintomas devem ser levados para o endodontista de sua confiança.

Esperamos que as informações sejam úteis e possam te auxiliar de alguma forma. Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com a gente ou marque uma consulta com um de nossos especialistas.



×

Olá, como podemos ajudar?

×